Sofia Colina / Resources Coordinator, Venezuela

Qual foi a coisa mais importante que você aprendeu trabalhando no British Council?

Uma das grandes coisas que eu aprendi foi a importância de cada atividade que fazemos, não importa sua natureza. Pude observar como pequenos detalhes podem impactar grandes projetos e eventos. Então, não importa a posição você ocupa, todos temos grandes responsabilidades que podem afetar a organização em termos de cumprimento de metas.

Qual habilidade você desenvolveu ou aprendeu trabalhando aqui?

A habilidade de entregar resultados apesar dos obstáculos locais. Eu me lembro de uma ocasião, durante uma reunião de TQS, quando Julian Neale (citação de Mark Howard) nos disse que estava muito feliz de ver que, apesar das circunstâncias locais, estávamos fazendo o nosso melhor para “manter a operação em andamento”. Muitas organizações e companhias na Venezuela desistiram de seus padrões e metas de qualidade porque a situação local tornou sua jornada difícil, se comparada a um país “normal”. Mas o fato de o British Council ser uma organização internacional, isso nos impulsiona a ir além das dificuldades locais e a encontrar soluções para continuar entregando os resultados. Manter a operação em andamento na Venezuela não é apenas um desafio, mas um comprometimento e uma motivação para ‘pensar fora da caixa’.

Como você descreveria as pessoas com quem trabalha?

Definitivamente, as pessoas com as quais eu trabalho são muito comprometidas, e são as melhores no que fazem. É muito motivador trabalhar em um ambiente onde todos se sentem identificados com os valores da organização. Você sente esse comprometimento desde o funcionário recém contratado até o mais experiente. Todos valorizamos a oportunidade de estar aqui.

Que outra área ou unidade de negócio você gostaria de explorar dentro da organização?

Eu diria Projetos, sem dúvida. Apesar do fato de a minha posição atual permitir que eu aprofunde meus conhecimentos da operação do ponto de vista interno, gostaria de explorar uma posição que mostrasse ao público externo o que é o British Council.

Assim, se eu tiver a oportunidade de me candidatar a uma posição assim, eu deixarei meu cargo atual com o sentimento de ter sido um ótimo início de carreira no British Council, apoiando as pessoas que trabalham para esta organização.

O que acha que o British Council poderia/deveria fazer mais?

O British Council faz um ótimo trabalho promovendo seus valores e eles são uma parte vital de cada atividade que fazemos. Ainda assim, considerando o impacto e o talento que temos na organização, poderíamos fazer um pouco mais promovendo valores ecológicos sustentáveis na nossa região.

O que gostaria de dizer a qualquer pessoa que esteja interessada em trabalhar no British Council?

Eu diria que, se você está interessado em dar uma perspectiva global à sua carreira, às suas atividades e aos seus projetos profissionais, você está no lugar certo. Além disso, o British Council é um lugar extraordinário para se trabalhar, onde você se sentirá sempre motivado, desafiado, movido por resultados e pelo bem-estar dos funcionários.