Mike Coney / Director Marketing Americas

Com qual(is) British Council behaviour(s) você mais se identifica?

Fazer acontecer, fazer acontecer e fazer acontecer. Você tem que deixar o local ainda melhor do que quando chegou.

O que você poderia compartilhar sobre o seu trabalho, sua área ou sobre você mesmo?

Sobre mim – Em Agosto eu deixo o British Council após 30 anos e 10 meses de organização. Eu trabalhei na Colombia (2 vezes), Espanha, Jordânia, Emirados Arabes, Egito e Reino Unido.

Sobre Marketing – Nós (em Marketing) realizamos muitos trabalhos que muitas pessoas não percebem que está acontecendo e, na verdade, vocês realmente sentiriam nossa falta se não estivéssemos por perto (e o mesmo acontece com outras funções de suporte, como RH, Finanças, Suporte de escritório etc,).

O que você gostaria que as pessoas fora da organização soubessem sobre as políticas de EDI do British Council?

Isto não é algo bom de se ter, está incorporado à estratégia, um fator determinante para nossa tomada de decisão.

Qual o benefício ou auxílio que você você mais aprecia na organização?

As oportunidades de auto-desenvolvimento e aprendizado. Aproveitei todas as oportunidades que pude para o autodesenvolvimento e realmente me beneficiei disso. Isso inclui certificados e diplomas de ensino, qualificações de pós-graduação em administração e marketing e, mais recentemente, um curso sobre análise de dados. E por isso, enquanto estive na organização por tanto tempo, eu consegui alternar entre diferentes trabalhos e SBUs.

O que você espera desenvolver na área pessoal ou profissional no próximo ano?

Vou trabalhar para descobrir como e onde pescar na área de fronteira Cantábria-Astúrias e depois cozinhá-los. Eu também gostaria de desenvolver minhas habilidades de análise de dados.

Se você pudesse agradecer um time ou um colega do British Council com uma mensagem, para quem você enviaria e o que você gostaria de dizer? 

Robert Sykes, Diretor quando trabalhei em Abu Dhabi. Robert veio de um Conselho Britânico que desapareceu amplamente agora – Ele viajou de Liverpool para sua primeira postagem internacional de barco – Ele me ensinou muito sobre a organização e o que significa trabalhar para ela. Quando eu estraguei uma entrevista de emprego, ele me consolou dizendo que tinha certeza de que a organização encontraria um lugar para meus talentos e habilidades particulares – e ele estava certo. Infelizmente Robert não está mais com a gente então eu não posso dizer isso a ele, mas eu penso muito nele.

Quais foram as conquistas ou aprendizados mais significativos para você durante esses anos?

Coisas que eu estabeleci e agora são usadas pela organização em torno do mundo, como a pesquisa de satisfação de ensino on-line. Isto é como um legado para mim.

Em nível pessoal, meu parceiro e eu criamos quatro filhos e todos estão indo muito bem, então devo ter feito algo certo ao longo do caminho.

Nomeie de 3 a 5 palavras que melhor representam sua experiência no Conselho Britânico.

Mundial. Variedade. Aprendizado.

O que você vai sentir mais falta sobre a Região das Américas?

Onde eu começo? Você nunca fica entediado porque você nunca sabe o que vai vir! A vibração, a diversidade e o calor humano das pessoas, a comida, a cultura, as paisagens. A música – a noite Colombiana é algo maravilhoso.